As crianças que praticam Karatê se tornam mais responsáveis, seguras e aprendem a importância da disciplina. Além disso, durante os treinamentos vivenciam situações que desenvolvem a capacidade de se ajudar e aprender mutuamente.

Durante o processo de aprendizagem do Karatê, a professora mostra para a criança o quanto ela é capaz de evoluir respeitando seus próprios limites. O contato com a filosofia do Karatê também ajuda na boa formação educacional e social, já que os alunos trabalham o tempo todo conceitos como respeito, calma, atenção, concentração, auto-controle, auto-confiança e valorização, além da arte harmonizar as energias e desenvolver os movimentos, a consciência corporal e a coordenação motora.

Nas aulas de Karate o aluno vivencia situações que levam a perceber que a agressividade não é a melhor forma para solucionar os problemas, pois estes conceitos fazem parte de toda a filosofia do Karate tradicional, passada pela Sensei (professora) que considera seus discípulos bem como os alunos destes, uma grande família.

Os alunos têm a professora como espelho e à medida que aprendem, passam a se conhecer física e emocionalmente, descobrem que são capazes de evoluir e de fazer coisas que antes não conseguiam. Todas essas características combinadas criam um ambiente pedagógico rico para que as crianças se tornem mais confiantes, percam a timidez e evoluam também psiquicamente.

 

Formação acadêmica

Cintia Cristina Piccolo

Graduada em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física de Jundiaí

Pós graduada em Treinamento Desportivo pela FMU

CREF  043487-G/SP

Faixa preta 1°Dan

FPK 115070 e CBK 1-1.1960